domingo, 29 de abril de 2012

A Recriação Dos Dinossauros - 1º Temporada - Episódio 5 - O cercado do Alossauro

(Os capítulos são grandes, então só leia se tiver tempo ou leia de parte em parte marcando de onde parou)
(Finalmente consegui postar o episódio 5 aqui, desculpe a demora, fiquei sem tempo porque esses dias tive semana de prova, fiquei sem inspiração e muita gente me atrapalhou, eu tentei postar semanalmente, mas parece que poderei atrasar denovo, então não irei prometer quando irei postar, então não esperem, irei postar quando puder)
A Recriação Dos Dinossauros
1º Temporada – Episódio 5 – O cercado do Alossauro
Nos episódios anteriores:
Os sobreviventes acordam após dormir, se camuflam com as fezes de dinossauro que tinha no local, matam e com um bando de Procompsognatos que tava lá, para não morrer de fome e depois continuam sua jornada. O chefe deles preocupado com o que podia ter acontecido, tenta enviar uma segunda equipe para ver o que havia acontecido, no começo não da mas depois ele consegue. Os Ceratossauros os encontraram pelo cheiro das fezes, um deles morre afogado num grande rio transbordando quando tenta pular uma ponte que se quebrou após os sobreviventes passarem, enquanto o outro Ceratossauro conseguiu subir por pouco, mas os perdeu de vista. Os outros constroem uma cabana e ficam de guarda, mas o Ceratossauro aparece e eles fogem . A equipe chega após o chefe conseguir enviar, salvando Jessie que estava sendo perseguida por um Tiranossauro, mas metade da equipe morre. Os outros chegam na montanha mas ainda estão sendo perseguidos, todos sobem, mas Rudy e Joyce caem, o Ceratossauro devora Joyce e Rudy foge para a montanha, e depois de um tempo escalando, eles param para descançar.
----------------------------------
Jessie e os outros da segunda equipe chegam naquele local que a ponte quebrou.
Jessie: Droga, não tem ponte, como iremos passar?
Willy:  Bom, eu tenho uma idéia, mas não confio muito nela.
Jessie: Mas ninguém pode garantir que pode da errado, conte mesmo assim.
Willy: Melhor não...
Jessie: Conta logo porra.
Willy diz dando uma risadinha:
Willy: Tá... Minha idéia era usar uma árvore como ponte, mas nem podemos empurrar uma pra dar certo pra passar, quanto mais derrubar a árvore.
Jessie: É, não devia ter contado.
Drake: Que tal pular?
Jessie: Vish... Essa idéia é pior, você é retardado por acaso? Se olhar bem a distancia, verá que se pular, irá cair no rio, mesmo se souber nadar, não vai adiantar, está transbordando.
Ben: Que tal ir até o outro lado balançando num cipó?
Jessie: Nem sabemos qual árvore tem cipó, será bastante falta de sorte se for o mais longe daqui, e outra, o cipó pode não ser comprido o suficiente, e mesmo se atravessarmos, seria arriscado pular, e difícil ir até as árvores do outro lado.
Willy: Tive uma outra idéia, que tal irmos andando pelos lados, seguindo essa fenda com rio abaixo até um lugar onde ela seja menor para poder pular?
Jessie: Não é uma idéia ruim, mas talvez também não seja boa, mas não custa nada tentar, se não da certo, ou pensamos em outras ou tentamos essas que vocês falaram, vamos.
Depois todos fazem isso e da certo.
Willy: Que sorte.
Jessie: Legal, deu certo, vamos pular.
A distancia daquela parte era curta, com 1 metro de distancia, então todos pulam sem nenhum problema indo até o outro lado, logo após continuam a seguir a montanha. Enquanto isso, na montanha...
Rudy: Bom, já descansamos o suficiente, vamos continuar.
Rudy se levanta e coloca as mãos nas pedras acima preparando-se para continuar a escalar mas nesse momento Chuck o interrompe falando:
Chuck: Nossa, faz tão pouco tempo que começos a descansar e agora quer continuar assim tão de repente?
Rudy: Aff, tudo bem, podem descansar mais.
Rudy senta novamente. Passam-se 3 horas.
Rudy: Bom, e agora, dá para continuar a escalar?
Chuck: Bem, agora sim, dá.
E então todos se levantam e continuam a escalar a montanha. O Ceratossauro que tinha ido embora, enquanto andava, logo encontra Jessie e outros, dando um rugido e eles falam num tom bem baixo.
Jessie: Ah, mas essa agora?
Willy: O que iremos fazer?
Jessie: É óbvio...
Willy: Tem razão...
Depois eles correm mas  sem voltar atrás e sim indo para os lados, nesse momento o Ceratossauro corre atrás deles mas ele para vendo que havia mais alguns por perto, e os devora, menos Jessie e Willy que fogem por pouco (haviam mais alguns da segunda equipe, mas que não falaram ainda). E enquanto isso, Alvin interrompe os outros falando:
Alvin: Espera, pare...
Rudy: Ahhhhh... O que foi agora?
Alvin: Preciso fazer minhas necessidades.
Stacy: É, agora que falou, também preciso. E será que só nós 2 precisamos?
Rudy: Bom, eu também preciso, mas estou segurando.
Steven: E eu estava, pois eu fiz nas calças.
Stacy: Ah, larga a mão de ser nojento Steven, que merda.
Steven: Foi mau.
Rudy: Mas, vamos subir mais um pouco, quem sabe encontramos um bom lugar? Aqui se ver bem, é bem ruim.
Alvin: Tá, mas só dessa vez.
Rudy diz sorrindo:
Rudy: É o que sempre dizem mas fazem mais exceções de qualquer jeito, caso não perceberam.
Alvin: Vamos logo continuar a escalar.
Rudy: Ok, haha...
Depois todos continuam a escalar até que chegam num bom lugar.
Alvin: Até que enfim.
E então todos fazem o que queriam fazer, mas em cantos diferentes e meio escondidos e depois termina.
Alvin: Até que enfim.
Chuck olha para trás um pouco para cima reparando que logo ia escurecer e diz:
Chuck: Pelo visto logo vai começar a escurecer, vamos nos preparar para dormir, primeiramente construindo uma cabana ou procurando algum lugar para dormir.
Rudy: Voto pela segunda opção.
Chuck: Por quê? Pode ser mais difícil e demorado.
Rudy: Sim, mas precisamos de lanças.
Chuck: Como assim e por que?
Rudy: Cabana: podemos fazer em qualquer lugar e só servirá de mais facilidade e conforto ao dormir sendo que não é muito necessário; lanças:, poderemos usar contra alguns tipos de terópodes que nos atacar caso não ter para onde fugir e será mais fácil para caçar herbívoros se não tiver outra coisa para comer. E também, pode ter Pterossauros nessa montanha, por ser numa montanha, será difícil lutar mas será mais para fugir e arriscado. E lanças pode nos dar mais vantagens do que usando facas ou lutando sem armas do tipo. E é melhor nos prepararmos agora, enquanto ainda podemos.
Chuck: Mas usamos alguns galhos para cabanas e outros para lanças.
Rudy: Se reparar bem nas árvores daqui, os únicos galhos bons só da pra uma coisa, o mais preciso são lanças, e o porquê disso eu já disse. E se usarmos qualquer galho, para uma cabana, só ficará desconfortável entre outras coisinhas, já para uma lança, será ruim para lutar, etc.
Stacy: Eu tenho idéia.
Rudy e Chuck ao mesmo tempo se viram para Stacy dizendo “Qual?”
Stacy: Vamos usar os bons galhos para as duas coisas e antes de tentarem me corrigir, vou explicar como será: Primeiramente usamos para construir a cabana...
E Chuck interrompe Stacy dizendo:
Chuck: ISSO!
Rudy: Mas...
Stacy: Deixem eu terminar de falar, caralho. E continuando, construímos a cabana com os galhos bons entre outras coisas e dormimos. No dia seguinte, desmanchamos ela sem danificar os galhos, e usamos para fazer as lanças.
Rudy: Excelente idéia, eu devia ter pensado nisso antes.
Chuck: Ei, eu também, para não ter essa discussão.
Steven: Mas lanças são tipo bastões com uma lâmina na ponta, não apenas bastões.
Rudy: Sim, mas arranjaremos um jeito de usar a ponta de nossas facas e amarrar no bastão, depois tentaremos amolar uma outra ponta para a faca, dará bastante trabalho pois além de ser demorado só de pensar, talvez será difícil.
Steven: Ah sei.
Rudy saca sua faca e se prepara para correr em direção a uma árvore de porte pequeno, mas Steven estende seu braço para o lado que Rudy estava ao seu lado deixando na frente, impedindo, e dizendo:
Steven: Não, eu dessa vez.
Rudy: Por que?
Steven: Sei lá, quero ver se consigo.
Rudy: Aff, ok, só deixo porque não queria construir uma cabana denovo, e vamos ver se você é bom também.
Steven corre em direção a árvore de porte pequeno pulando sobre ela e cortando os cipós e ao mesmo tempo segurava em alguns dos galhos para não cair. Depois aproveitava e retirava os galhos mais frágeis e retos para montar uma cabana mais fácil e melhor, logo após pegava folhas grandes e jogava tudo no chão. Alvin pega e ajeita os galhos de maneira que fica um formato de uma cabana simples e Stacy segura os galhos para não cair, depois Chuck amarra com os cipó e Steven vai cobrir com as folhas mas Rudy estende sua mão fazendo um sinal de “pare” dizendo:
Rudy: Espere, nessa sou eu.
Steven: Mas eu pensei que não queria construir ou ajudar.
Rudy: E não quero. E já que tocou no assunto, não quer ajuda? Ok.
Steven: Espera, pode ajudar ae.
Rudy: Tá...
Rudy finaliza cobrindo com as folhas.
Steven: Pronto, e novamente, até que ficou legal.
Rudy: Ok, ok, vamos dormir agora.
Rudy vai entrar na cabana e Alvin o interrompe dizendo:
Alvin: Mas não estou com sono.
Rudy: Mas é melhor dormir agora, pois aí acordamos mais cedo e também não tem o que fazer até ficarmos com sono.
Alvin: Podemos enquanto isso preparar as lanças.
Rudy: Mas os galhos que usaremos para elas, são os da cabana, não vamos desmanchar ela agora que terminamos.
Alvin: É só fazer a lança e construir denovo.
Rudy: Mas imaginou o quão pode ser perigoso usar lanças como cabana?
Alvin: Sim, mas só imaginei agora que disse.
Rudy entra na cabana dizendo:
Rudy: Se não vai dormir agora, ok, mas eu vou, e provavelmente os outros também.
Depois todos entram e se deitam para dormir exceto Alvin.
Alvin: Ok Rudy, você venceu.
Alvin entra na cabana e se deita também.  De repente eles escutam um som de trovão e começa a chover de fraco.
Alvin: Merda, justo agora que to tentando dormir? Não vai dar.
Rudy: Cala a boca e não reclama, tem gente tentando dormir, e eu sei que vai ser difícil assim, mas não custa nada tentar.
Alvin: Tááááá...
Depois de alguns minutos começa a chover mais forte, Alvin fica irritado mas tenta ignorar. Eles esperam 2 horas até ficarem com sono e só depois dormem e nesse momento a chuva começa a ficar mais fraca.  E enquanto isso...
Willy: Já estou cansado de andar, vamos procurar algum lugar para dormir.
Jessie: Eu também estou, mas onde vamos dormir?
Willy: Numa árvore?
Jessie: As árvores daqui, tem os galhos num lugar alto demais, não alcançaríamos nem fazendo “pesinho” e não iremos ficar procurando árvores fáceis de escalar.
Willy: Tenho uma idéia.
Jessie: Ah, ótimo, mais uma de suas idéias absurdas, mas talvez dessa vez não, conte.
Willy: Que tal usarmos nossas  facas perfurando as árvores prendendo-nos lá com uma de nossas mãos e com a outra segurando algum lugar da árvore para não cair ao tirar a faca e por ela mais acima, depois tentando escalar, isso até o alto?
Jessie: Até que enfim uma idéia boa, mas nem tanto, falar é fácil, sua idéia parece ser difícil.
Willy: Não importa, vamos tentar fazer isso logo.
Jessie: Não seria melhor descansar um pouco antes disso? Se não, não iremos conseguir subir por falta de energia.
Willy: Mas o tempo que a gente gastou falando, serviu para recuperar energia o suficiente para subir.
Jessie: Tá, vamos logo com isso.
Willy: É isso aí...
Willy e Jessie vão andando até a árvore para não gastar energia correndo e não conseguir subir, e vão em cantos diferentes da árvore para não se atrapalharem, eles enfincam as facas na árvore com uma mão enquanto com a outra segura na árvore, depois retira a faca, bota num lugar mais alto e se apoiando, sobe um pouco, e isso até o topo.
Willy: Conseguimos.
Jessie: É... Agora fecha essa boca porque quero dormir.
Willy: Está bem.
E depois eles dormem. Amanhece o dia e Jessie acorda e vê que Willy está dormindo agarrado nela. Ela empurra ele com uma mão dizendo:
Jessie: Ei, o que você pensa que está fazendo? Me solta.
Willy acorda dizendo:
Willy: Ah o que, o que, o que foi?
Jessie: Não se faça de bobo.
Willy: Eu não sei do que você ta falando, mas, foi mau.
Jessie: Tá, tá, agora chega de conversa, vamos sair daqui.
Jessie desce da árvore escorregando enquanto segurava nela para não cair.
Willy: Ei, espera por mim.
Willy faz o mesmo, depois eles continuam a andar. E enquanto isso na montanha, todos acordam e repara estar cheio de neblina.
Alvin: Nossa, ele lugar ta cheio de neblina.
Rudy: Não ligo, agora vamos nos apressar e continuar a escalar a montanha, após fazer as lanças.
Alvin: Tá.
Rudy desamarra com cuidado a cabana deixando-a solta e Chuck retira lentamente os galhos. Rudy sacava sua faca com uma mão (esquerda) e com a direita estendia para os outros dizendo:
Rudy: Me emprestem suas facas.
Os outros sacam as facas e jogam, Rudy pega cada uma em pouco tempo, vai correndo em direção a uma rocha e pula batendo a ponta das facas na rocha de maneira que a ponta sai voando um pouquinho longe.
Rudy: Joguem para mim os galhos, e o cipó também.
Os outros pegam os galhos e cipós do chão e jogam para ele e os galhos e cipós cai sobre os pés de Rudy.
Rudy pega as pontas das facas do chão colocando em uma das pontas dos galhos e com o cipó amarra, depois pegava as facas e amolava as pontas quebradas até formar uma outra, depois joga as lanças para eles, e depois as facas e todos pegam, guardando as facas e preparando as lanças.
Rudy: Pronto, agora vamos continuar.
Depois todos continuam a escalar a montanha e 5 horas escalando (no total 10 horas por causa de alguns intervalos para descansar) até que chegam no topo.
Rudy: Finalmente, agora vamos pedir o resgate.
Stacy: É.
Rudy pega seu celular e liga para o chefe dizendo:
Rudy: Ótimo, dessa vez pegou o sinal.
Chefe: Alô?
Rudy: Chefe, sou eu, Rudy.
Chefe: Rudy? Ah, legal, você está vivo, como está você, e os outros, se estiverem com você?
Rudy: Bom, todos estão comigo, exceto Robert e Joyce.
Chefe: Por que? O que houve com eles?
Rudy: Morreram, e depois falamos mais sobre isso, liguei para pedir resgate.
Chefe: Peraí, eu a alguns dias mandei uma equipe para ver o que havia acontecido, se quer um resgate, mostra que não encontrou eles.
Rudy: Então manda outro, e me encontra numa montanha por aqui ou no litoral.
Chefe: Certo, vou tentar enviar mais uma equipe... Peter, David, venham cá e indo diretamente ao assunto, enviem mais uma equipe para ir resgata-los, eles estão vivos ainda e estou falando com eles.
David: Legal, posso falar com eles?
Chefe: NÃO, e enviem logo outra equipe.
Peter: Mas não tem nenhuma disponível, acabaram de irem em missões.
Chefe: Merda, Rudy... Sinto muito mas foram em missões, agüenta ficar aí mais um pouco?
Rudy: Acho que sim...
Nesse momento, aparece um bando de Pteranodontes sobrevoando a montanha, um deles ataca Rudy que estava mais próximo, Rudy abaixa por pouco mas o outro que tava atrás acerta ele o jogando um pouco longe, Rudy quase cai da montanha, por sorte segura numa pedra enquanto o celular cai batendo numa pedra e quebrando, e a ligação cai.
Chefe: Rudy... RUDYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY...!
Rudy sobe na pedra que segurava e diz:
Rudy: Chegou a hora, como previ, poderia aparecer Pterossauros e essas lanças podem ajudar, vamos lutar, ou tentar lutar...
O Pteranodonte que acertou Rudy voa em direção a Chuck, Chuck posiciona a lança a sua frente deixando-a deitada e o Pteranodonte morde ela ao em vez dele, e ele tenta o empurrar mas não consegue, depois faz um pouco de força e joga Chuck contra uma pedra, e ele bate as costas e cai sentado no chão dali. Steven tenta perfurar a barriga de outro Pteranodonte mas ele desvia e se joga contra o Steven o derrubando e fazendo-o soltar a lança, e ele tenta bicar a cara dele mas ele move a cabeça desviando e ele pega um pouco de areia jogando nos olhos do Pteranodonte e depois rola ficando em cima dele, e ele vai pegar a lança para perfura-lo, mas outro chega voando sobre ele e batendo o pé nas costelas de Steven fazendo um rasgo que sangra bastante e o jogando longe e depois ele vai em direção a Chuck que tava ainda caído ali o bicando até ele ficar cheio de sangue, depois Steven se levanta lentamente enquanto Rudy e Alvin correm em direção ao Pteranodonte que atacava Chuck tentando enfiar a lança nas costas dele mas ele se meche e acerta as asas, depois ele se vira e como tava destraído, o Steven enfia na barriga dele, e chega um Pteranodonte que atropelando e derrubando eles, e com o pé, pegava Alvin mas Stacy pula pegando Alvin pelo pé e puxando, Alvin cai e trinca o osso da perna, depois joga a lança no Pteranodonte o destraindo, mas ele desvia voando para o lado e Alvin se equilibrando com uma perna, da um pequeno pulo agarrando o Pteranodonte, e ele saca sua faca e tenta rasgar a garganta dele, mas o Pteranodonte bica o braço que Alvin segurava a faca e ao mesmo tempo segurava, ele joga a faca para a outra mão mas o Pteranodonte força fazendo soltar a faca que cai perto de Chuck, Chuck pega a faca e joga para Alvin dizendo:
Chuck: Alvin, pega aí.
 Mas o Pteranodonte voa um pouco mais para a beira da montanha junto com ele, mas Alvin corta o pescoço dele fazendo-o soltar e pula numa pedra para não cair, mas o Pteranodonte que tava com as lanças pretas nas asas, voa em direção a Alvin o empurrando com uma bicada e o jogando da montanha e ele morrendo. Rudy e Steven diz ao mesmo tempo “AAAAAAAAAAAAAAAALLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVVIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNNNNNNNNNNN...”. Os Pteranodontes se preparam para atacá-los novamente para dar o golpe final, até que aparece um bando de Tropeognathus que estavam por perto, e eles começam a brigar para ver quem ia caçar os outros, enquanto isso os outros se ajudam a levantar e começam a descer a montanha um pouco mais rápido que estava escalando. E os Pterossauros brigavam se bicando durante alguns minutos. E depois os outros param para descansar e se curar com os medicamentos.
Stacy: Essa foi por pouco.
Chuck: É, e eu nunca apanhei tanto assim na vida, fora na escola, no 7º ano que eu não sabia lutar ainda. E saber lutar não adianta também contra Pterossauros desse tipo.
Stacy: É, e Rudy, você tem medicamentos aí? Eu tenho, mas se você tiver também, será mais fácil para gente se curar, aí não precisa ficar dividindo e não ficar tratado totalmente.
Rudy com uma voz desanimada diz:
Rudy: Tenho...
Stacy: O que que foi? Está mal por causa do Alvin morrer?
Rudy diz chorando um pouquinho:
Rudy: Sim, ele era meu primo, eu gostava dele, ele não devia ter morrido, droga.
Chuck diz com uma voz um pouco séria:
Chuck: Bom, mas agora sabe como eu me sinto quanto a morte da Joyce, perder alguém assim.
Rudy: Acho que sim e... Opa, peraí, você gostava da Joyce?
Chuck: Não, não, não foi isso o que eu quis dizer.
Rudy: Sei... E eu gostava do Alvin como primo, mas entre você e a Joyce, do jeito que falou, não parece gostava dela apenas como amigos.
Steven: Haha, então aquele dia eu não estava errado.
Rudy: Steven... Não começa.
Stacy: Vocês não vão se tratar com os medicamentos não?
Chuck: Ah, é mesmo.
E então todos usam todos os medicamentos restantes para se tratar e descansam mais um pouco. Depois continuam a descer a montanha e tendo alguns descansos até descer totalmente.
Stacy: Finalmente, já estava cansada de ficar naquela maldita montanha.
Chuck: Eu também.
Rudy: Agora não é hora de ficar festejando.
Stacy: Por que não?
Rudy olha para os lados vendo as cercas e os esqueletos de dinos por perto e diz:
Rudy: Estamos... Num cercado, e pelos esqueletos ali, o mais provável é que seja de um terópode.
Rudy se aproxima do esqueleto vendo umas marcas de mordidas e diz:
Rudy: E pelas marcas, não é um que a gente possa lutar ou fugir. Temos que sair daqui, agora.
Stacy: Mas nem sabemos para onde ir, esse cercado é bem grande.
Rudy: É e, além de perigoso, o terópode deve ser grande também.

-------- Fim do episódio 5 -------
(Criado e escrito por Gustavo Diniz Caetano)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

A Recriação Dos Dinossauros - 1º Temporada - Episódio 4 - A chegada da segunda equipe




(Os capítulos são grandes, então só leia se tiver tempo ou leia de parte em parte marcando de onde parou)



A Recriação Dos Dinossauros1º Temporada – Episódio 4 – A chegada da segunda equipe
Nos Episódios Anteriores
Os sobreviventes finalmente saem da caverna a qual se abrigaram por uma noite. Depois, continuam indo até a montanha até que um Acrocantossauro aparece os atacando fazendo alguns se separarem, quando eles finalmente vão se encontrar, um bando de raptores surgem piorando a situação, depois, eles passam um bom tempo se procurando até que todos se reúnem, exceto Jessie que ainda estava perdida, depois eles começam a esperar por ela enquanto dormiam num carro sem gasolina
----------------------------------
No dia seguinte, todos acordam começando a falar uns com os outros.
Rudy: E aí, dormiram bem?
Stacy: É, pelo menos dessa vez sim, aqui é até que confortável e não faz muito frio estando perto de vocês todos.
Steven: Ah e Rudy, que horas são?
Rudy: São... 12:10. Dormimos mais do que devíamos, Jessie já deve estar a nossa frente, vamos procura-lá enquanto vamos até a montanha.
Stacy: E se ela já estivesse na nossa frente.
Rudy: Hum... Pensei nisso também, mas se ela estivesse na frente, óbvio que ela nos passaria, mas teria a possibilidade de nós vermos ela passando pela gente, ainda mais que marcamos a floresta com símbolos, ela não seria idiota, e seguiria.
Chuck: Agora Stacy esqueceu desse detalhe.
Stacy: Fica quieto aí, ninguém te chamou não.
Rudy: Opa, sem brigas.
Alvin: E Rudy, esqueceu de camuflar o cheiro novamente, e eu também.
Rudy: Ah, é mesmo, mas você parece ser o único além de mim que está concordando com essa idéia. Porém, aqui não tem nada pra camuflar o cheiro.
Alvin: Que pena...
Steven: Vocês não tão sentindo cheiro de alguma coisa não?
Rudy: Mas nós não tomamos banho a dias e o lugar é repleto de cheiros diferentes, difícil sentir cheiro ruim de maneira a reclamar, mas eu reparei em um cheiro estranho.
Steven: Para nossa alegria, ou melhor, sua e do Alvin, aqui está cheio de fezes de dinossauro, caso não tenha percebido.
Rudy: Mas antes não tinha.
Steven: Vai ver algum dinossauro cagou enquanto passava por aqui.
Rudy: É mesmo, e com certeza é herbívoro, pois um carnívoro ao nos ver no carro, nos mataria, nem sei como conseguimos dormir de boa.
Joyce: Steven tem razão, eu mal conseguia dormir com os barulhos dos passos deles, por isso estou com sono ainda.
Alvin: Mas chega de enrolação, vamos logo com isso.
Alvin e Rudy sujam parte de suas roupas com fezes enquanto prendem a respiração pra não sentir o cheiro e depois vomitar.
Joyce: Que nojo.
Stacy: Tão de brincadeira né?
Chuck: Pelo visto vocês não estavam zoando.
Rudy: Eu sei que é ruim, mas vai nos ajudar, querem morrer que nem o Robert, ou ficar no estado em que Joyce está?
Chuck: Não mesmo.
Depois todos começam a fazer o mesmo.
Alvin: Agora só falta comer e partir.
Depois surge um bando de Procompsognatos andando.
Steven: Finalmente...
Rudy: Não comemos a dias e nem deve ser tão ruim assim, agora sim, podemos atacá-los...
Depois todos correm até ele os matando a facadas, depois assando numa fogueira que eles acendem e depois comendo.
Stacy: Não gostei não, mas continuarei a comer pra não morrer de fome.
Steven: Nossa, isso aqui ta muito bom.
Rudy: Mas você come qualquer coisa e muito, não sei como não é gordo.
Steven: Esqueceu que eu treino?
Rudy: Hum... Que seja.
Depois todos comem.
Alvin: Pronto, vamos indo... E Steven?!
Steven: O que você quer?
Alvin: Pode carregar a Joyce um pouco?
Steven: Tanto faz.
Depois Steven começa a carregar Joyce nas costas, depois todos se levantam e continuam a andar. Enquanto isso, no local em que Rudy e os outros se reuniram antes de ir para ilha, dias atrás, preocupado com o que pode ter acontecido com a primeira equipe, o chefe tenta mandar uma segunda para investigar o que aconteceu com ela. Para isso, ele chama seus ajudantes.
Chefe: Peter e David, venham aqui...
Logo depois ambos chegam na mesma hora dizendo “As suas ordens senhor”
Chefe: Já faz alguns dias que a equipe que enviamos para investigar a morte de outra, e estão atrasados, quero que envie uma outra para ver o que aconteceu.
Peter: Sinto muito senhor, mas... Não tem nenhuma disponível no momento.
Chefe: E quando terá uma disponível?
Peter: Não sabemos.
Chefe: Tudo bem... Podem se retirar.
David: Espera, eu sei quando terá uma equipe disponível.
Chefe: Sério? Quando?
David: Amanhã.
Chefe: Ótimo, agora podem se retirar.
Depois David e Peter dize, “Sim senhor!” e se retiram e o chefe se vira olhando para a janela do local com ambas mãos atrás das costas pensando “Espero que estejam bem...”. E enquanto os sobreviventes andavam, Alvin reparava Joyce estando desanimada sendo ela ser animada, e então pergunta o que está acontecendo.
Alvin: Hâ... Joyce, você é sempre animada, mas desde ontem você está quieta e desanimada, o que aconteceu?
Nesse momento, quando ela vai falar, Rudy interrompe falando.
Rudy: Ahh... Merda.
Alvin: O que que foi?
Rudy: Camuflar o nosso cheiro com fezes de dinossauro, nos ajuda muito, mas...
Alvin: Mas o quê? Diga logo.
Rudy: ...Mas... Muitos predadores procuram os herbívoros por meio do cheiro das fezes, eu havia me esquecido desse pequeno detalhe.
Alvin: Merda, precisamos sair daqui agora.
Rudy: Mas pra aonde?
Logo após de um lado surge um Ceratossauro que foi atraído pelo cheiro de fezes, andando em direção a eles fazendo vários ruídos, e do outro lado também.
Alvin: Droga, estamos encurralados agora, não tem como fugir.
Chuck: Ah, e a propósito? Joyce, este era o seu mau pressentimento?
Joyce: Bom, parece que sim...
Enquanto isso, em outro canto da ilha, Jessie já estava procurando pelos amigos a um tempão, não tinha dormido nada, porém, estava um pouco adiantada, mas aí ela não agüenta mais andar e decide dormir numa árvore que estava ao lado, então, ela sobe lentamente até perto do topo e dorme. E enquanto os outros estavam encurralados por 2 Ceratossauros. Os Ceratossauros que estavam a uma distancia de 5 metros deles, se aproximam lentamente andando , depois um deles ataca e o outro logo em seguida ataca também, 4 segundos após o primeiro, e os outros correm em direção a um dos Ceratossauros, o que estava de costas para a montanha, e passa debaixo das pernas dele enquanto o outro continuava a correr e sem querer se esbarra no outro, e se desiquilibram andando alguns passos e tropeçam numa rocha caindo e 6 segundos depois, eles se levantam e os perseguem, a distancia era muito longe, por isso levaria um tempo até eles alcançarem e quando estão alcançando, os sobreviventes logo param vendo uma ponte a frente.
Alvin: Droga, uma ponte, ela por ser estreita não deixar os Ceratossauros passar, mas como ela balança muito só com o vento, irá quebrar facilmente se todos irmos de uma vez e correndo, e se irmos um de cada vez, o Ceratossauro pega um de nós, o que fazemos?
Rudy e Chuck dizem ao mesmo tempo “Vamos todos de uma vez, é um risco que teremos que correr...”
Alvin: Esper...
Antes que Alvin termina de falar, Rudy e Chuck atravessam a ponte correndo e os outros 3 segundo após também.
Alvin: Vocês não me deixam escolha...
Depois Alvin vai junto correndo e quase que um dos Ceratossauros o pega quando finalmente chega e Alvin quando tava no final, a ponte se quebra e ele vai cair num rio transbordando, mas por pouco Rudy o segura na mão esquerda de Alvin, usando sua mão direita, depois o puxa com força.
Alvin: Obrigado.
Rudy: Não precisa agradecer, você é meu primo.
Chuck: Não temos tempo, vamos.
Rudy: Certo.
Depois que eles vão indo embora, Alvin os para falando:
Alvin: Espera, os Ceratossauros não vão conseguir atravessar não.
Nesse momento, enquanto os Ceratossauros rugiam, eles iam embora mas depois se viram e voltam correndo dando um salto, e pela distancia ser bem curta, um deles pelo menos consegue ficar agarrado do outro lado do barranco tentando subir enquanto o outro cai no rio por escorregar e também ter pulado quase na mesma reta que o outro, e é levado pela correnteza mas bem dificilmente, e então ele após ser bem arrastado ele vai até as margens e vai embora por estar bem fora do alcance.
Rudy: Ótimo, mais essa.
Depois todos saem correndo e o Ceratossauro começava a escorregar até a beira do rio, mas subia mais um pouco voltando para sua posição, o barranco se quebra um pouco, mas ele continua, e o barranco por ser um pouquinho parecido com uma escada mas bem mal feita, facilita mas ainda fica dificil, o Ceratossauro fica parado lá por 1 minuto e depois disso tenta denovo, depois de 7 minutos, ele consegue subir por pouco, mas perde eles de vista, porém, continua procurando. Depois eles cansam de correr e param.
Rudy: Essa foi por pouco.
Stacy: É, como sempre...
Rudy: O que quer dizer com isso?
Stacy: De tudo que passamos, escapamos por pouco, quase morremos sempre, desse jeito um de nós ou mais vai morrer logo.
Rudy: É verdade...!
5 minutos depois de parados descansando em pé, eles logos continuam a andar até escurecer.
Steven: Estou com fome...
Rudy: Eu também, mas não há nada aqui pra comer.
Alvin: Nossa Steven, você só pensa em comer e, temos que nos preocupar com dormir também, mas aqui não tem nada.
Steven: Que tal construirmos uma cabana?
Rudy: Não trouxemos equipamento pra isso e difícil encontrar algo para improvisar.
Steven: Tem uma idéia melhor?
Rudy: Tá... Mas o que usamos?
Steven: Cipós, galhos e folhas.
Rudy: Ok.
Rudy saca sua faca e corre em direção a uma árvore de porte pequeno pulando sobre ela e cortando os cipós e ao mesmo tempo segurava em alguns dos galhos para não cair. Depois aproveitava e retirava os galhos mais frágeis e retos para montar uma cabana mais fácil e melhor, logo após pegava folhas grandes e jogava tudo no chão. Alvin pega e ajeita os galhos de maneira que fica um formato de uma cabana simples e Stacy segura os galhos para não cair, depois Chuck amarra com os cipó e Steven cobre com as folhas.
Steven: Finalmente... E até que ficou legal.
Rudy: É... Parabéns pela idéia Steven. Vamos dormir agora, e como estamos sendo atacados muito ultimamente, tenho uma idéia para não sermos atacados. Enquanto dormimos, um de nós ficará vigiando, e quando sentir sono, acorda o outro avisando que é a vez dele, e se aparecer algum predador, acordar a todos, avisar e fugir.
Alvin: Realmente uma ótima idéia. Mas, quem será o primeiro a vigiar?
Chuck e Steven começam a falar “Eu, eu, eu...” e depois Alvin decide falar também.
Rudy: Como a idéia foi minha, eu ficarei de vigia primeiro, depois o Chuck, depois o Alvin e só depois o Steven. E acho que depois é a Stacy e logo após é a Joyce.
E então todos vão dormir e Rudy fica de vigia observando, com o binóculo do Chuck durante 2 horas, até que começa a ficar com sono e depois acorda Chuck chamando-o
Rudy: Chuck... Já é sua vez.
Chuck: Certo...
Rudy então se deita e dorme enquanto Chuck se levanta, pega seu binóculo e começa a vigiar durante 3 horas, depois de ficar com sono, acorda o Alvin chamando-o.
Chuck: Ae Alvin... Tua vez.
Alvin: Já?
Depois Chuck passa seu binóculo para Alvin, deita e dorme, enquanto Alvin e começa a vigiar durante uma hora, quando fica com sono, chama Steven e o acorda.
Alvin: Steven, já é sua vez.
Steven: Legal...
Alvin joga o binóculo para cima, deita e dorme, e o binóculo cai nas mãos de Steven, e depois ele começa a vigiar durante uma hora e meia, Steven vendo estar ficando com sono, acorda a Stacy.
Steven: Stacyyy... Agora você que vigia.
Stacy: Tá, tudo bem...
Steven coloca o binóculo nas mãos dela, deita e dorme, depois Stacy começa a vigiar durante 4 horas e quando fica com sono, acorda Joyce.
Stacy: Joyce, chegou sua hora.
Joyce: Tá, agora me empresta o binóculo e me deixa vigiar...
Stacy entrega o binóculo a Joyce, depois deita, e dorme, Joyce começa a vigiar durante meia hora, porém, antes que possa acordar Rudy ou qualquer outro, ela sem querer cai no sono. E o Ceratossauro que havia conseguido subir e estava procurando por eles, finalmente os acha, depois rapidamente corre até eles e por estarem numa cabana, ele tenta morder mas ele apenas destrói a cabana acordando-os. Depois todos acordam assustados.
Rudy: Droga, ele nos achou.
Alvin: Não pensei que ele fosse conseguir subir.
Depois todos se levantam e saem correndo, menos Rudy que pega Joyce e a carrega, depois segue os amigos. E enquanto isso, no local onde Rudy e os outros estavam antes de irem pra ilha, o chefe deles ainda mais preocupado com o que possa ter acontecido do que antes, imediatamente chama seus ajudantes.
Chefe: Peter, David, venham aqui.
Depois eles chegam dizendo “As suas ordens senhor, e... Já íamos vim aqui”
Chefe: Para quê? Me avisar sobre outras equipes se chegaram ou não?
Peter: Felizmente... Sim.
Chefe: Ótimo, mas quantas equipes chegaram?
Peter: 4
Chefe: E quais são?
David: A terceira melhor daqui, a quarta, quinta e sexta.
Chefe: Certo... Então pode envia-los agora, a terceira melhor equipe, e que eles vão num helicóptero mais veloz.
David: Sim senhor.
Chefe: Podem se retirar
Depois David e Peter se retiram. E enquanto isso na ilha... Jessie acaba de acordar após 1 hora que o Chefe dela enviou uma outra equipe para ver o que havia acontecido, depois, ela vai descer da árvore mas para quando olha para baixo e avista um Tiranossauro dormindo ao lado.
Jessie: O Tiranossauro... Ele está aqui... Ele deve ter dormido enquanto esperava eu descer da árvore, só não sei como me encontrou tão fácil. Bom, não sei se devo descer ou não porque estou com medo dele acordar nesse momento, melhor eu pensar um pouco...
Jessie fica pensando durante 1 horas, até que ela decide.
Jessie: Parece que não pensei só um pouco e já me decidi, vou descer antes que ele acorde.
Jessie então, começa a descer lentamente e com cuidado para não fazer barulho e acordar o Tiranossauro e nem cair da árvore, mas quando ela finalmente desce, ela por estar apressada, sai correndo com tudo mas pisa num galho quebrando-o, e assim acordando o Tiranossauro, que logo ia acordar de qualquer jeito, ele abre os olhos e Jessie diz:
Jessie: Merda, Ele acordou.
Jessie depois começa a correr em direção a montanha e o Tiranossauro se levanta rapidamente dando um rugido e começa a perseguir ela. A perseguição 20 minutos até que Jessie sobe em uma árvore para tentar escapar.
Jessie: Haha... Agora estou salva...
Nesse momento, o Tiranossauro começa a pular tentando alcança-lá e pega-lá.
Jessie: Droga...
Depois Jessie avista um cipó e observando, via que ele podia levá-la até a outra árvore antes de ser pega pelo Tiranossauro
Jessie: Bom, nunca fiz isso mas se eu não tentar, poderei morrer. Mas espera aí, eu fazia isso na infancia mas não tava me lembrando, bom, não sei se ainda sou boa nisso, mas é agora que vou ver.
Jessie agarra no cipó e pula tentando ir para outra árvore, e enquanto isso estava quase se soltando do cipó, mas o Tiranossauro da uma rabada no cipó o estourando e ela cai num galho baixo, e rapidamente sobe na ávore num ponto onde o Tiranossauro não alcança de jeito nenhum, mas depois dele se afasta alguns metros, corre até a árvore que ela foi.
Jessie: Quase... Estou salva... Oh não...
O Tiranossauro da uma cabeçada na árvore que balança um pouco, Jessie quase cai mas segura em um galho e sobe novamente.
Jessie: Quase hein...
O Tiranossauro da mais algumas cabeçadas que dessa vez faz a árvore cair, e quando ela cai, Jessie por pouco não morre, mas fica presa, o T-Rex logo se aproxima lentamente andando, até que o helicóptero da outra equipe chega no local, e onde Jessie estava por sorte.
Piloto: Finalmente chegamos, espera, o que é aquilo? É um dinossauro?
Willy: É, e olha ali perto dele, é a Jessie, ela vai ser devorada.
Piloto: Então é melhor atirar nele, sei o quão resistente são dinossauros desse tipo, então vou usar os mísseis.
Willy: Não, pode acertar a Jessie.
E enquanto eles conversam, o Tiranossauro logo para de se aproximar de Jessie, depois se vira pro helecóptero e o ataca tentando morder, mas o piloto o vira desviando o helicóptero por pouco, porém, logo após o Tiranossauro da uma rabada que o faz perder o controle, e então todos pulam do helicóptero, menos o piloto, que não da tempo. O helicóptero bate na cara do T-Rex fazendo-o desiquilibrar um pouquinho, e o helicóptero cai em cima de um dos policiais que pulou do helicóptero, o esmagando e matando. O Tiranossauro logo enfia sua boca dentro da porta do helicóptero que tava aberta pegando o piloto e o devorando lentamente enquanto os outros fugiam correndo, depois de tirar a Jessie que estava presa ali, exceto um que tava se levantando depois da queda de 6 metros (não se machucaram muito por estarem de colete) mas o Tiranossauro tenta segui-los , porém não percebe o que estava caído, e, ele pisa nele sem querer o matando.
Jessie: Não pensei que vocês viriam.
Willy: Nem eu, foi o chefe que mandou, para nós vermos que havia acontecido com vocês, ainda bem que estão bem, pelo menos você, os outros eu não sei. E falando nisso, aonde estão os outros?
Jessie: Não sei também, nos separamos por causa de uns raptores, mas sei que devem estar indo para aquela montanha pensando que já passei eles, se é que não me abandonaram e não estejam atrás, ou talvez esteja nos esperando.
Willy: Então, temos que ir até aquela montanha?
Jessie: Sim.
Willy: Mas por que?
Jessie: Rudy disse que o sinal para ligar e pedir resgate lá é melhor pela posição da montanha ser mais próxima do continente. E também, ele acha que em lugares altos o sinal pode ser melhor.
Willy: Entendo.
O Tiranossauro, começa a alcançar eles e da um pulo para frente dando uma cabeçada, que acerta Dylan e o joga contra uma pedra fazendo ele bater a cabeça de desmaiar, depois ele o devorava. Depois, Jessie, Willy e mais alguns escapam por pouco e chegam naquele local em que Jessie e os outros se separaram.
Willy: Nossa... Isso foi bem perigoso, quase morri.
Jessie: Você não viu nada ainda...
Willy: Agora vamos ver se todos estão aqui... Peraí, cadê o Dylan, Bruce, Leon e Joe?
Drake: Não sei ao certo mas o mais provável é que estejam mortos...
Willy: Foi o que imaginei...
Willy de repente começa a tremer um pouquinho e quase chora.
Drake: Está chorando?
Willy: Não, não... E... Vamos indo.
Depois eles começam a seguir até a montanha. 2 horas depois, um bando de Velociraptores cercam eles, de repente todos rapidamente sacava suas armas apontando para cada um durante alguns segundos, até que um dos raptores pula e Willy da um tiro matando-o, e logo depois começa o ataque, todos os raptores são mortos.
Willy: Essa foi por pouco.
E então eles continuam a seguir a montanha. E enquanto o Ceratossauro perseguia os outros...
Rudy: Droga, eles está nos alcançando, é agora que vamos morrer...
Alvin: Espere, o que é aquilo?
Rudy: O que...?!
Todos então vê que já chegaram na montanha, e que só faltava subir.
Rudy: Até que enfim...
Depois todos ao se aproximarem um pouco mais da montanha, logo se agarram as pedras e começam a escalar, e quando Rudy finalmente chega, ele tenta escalar mas por estar carregando Joyce, ele tem mais dificuldade, o Ceratossauro pula tentando morder mas Rudy escapa por pouco com um pulo mas escorrega e cai junto com Joyce voltando ao chão e ralando um pouco o corpo mas sangrando.
Chuck: Rudyyy... Joyceee...
Chuck começa a descer, até que para, quando o Rudy se levanta e sai e sai correndo, o Ceratossauro vendo, tenta o perseguir mas o Rudy o engana dando a volta nele e indo pegar a Joyce, o Ceratossauro tenta dar uma rabada mas erra por pouco quando Rudy agaixa, Rudy rapidamente pega Joyce, porém o Ceratossauro da outra rabada e dessa vez o acerta o derrubando e fazendo soltar a Joyce e ambos ralam mais ainda o corpo após a queda, e aumenta o sangramento. O Ceratossauro começa a se aproximar andando, depois Rudy e Joyce tentam fugir, e o Ceratossauro impede correndo até eles e decide pegar a Joyce, que não podia fugir, depois ele a mata e começa a devorar, Rudy assustado, foge indo em direção a montanha, e começa a escalar. Depois que o Ceratossauro termina de correr, ele vai até a montanha, mas vendo que eles já estavam no alto, ele desiste e vai embora. Rudy diz e ao mesmo tempo geme como se estivesse cansado, depois daquilo:
Rudy: Essa foi por pouco, pena que Joyce morreu... Maldito Ceratossauro.
Depois, Chuck começa a falar com Rudy com uma voz de como se estivesse irritado:
Chuck: A culpa foi sua, devia ter salvado ela.
Rudy: Eu fiz tudo que pude, acha que eu sou forte o suficiente para salvar a todos? Não, e o Ceratossauro, não é um tipo de dinossauro que podemos competir, e mais, Joyce depois de quebrar a perna, já estava destinada a morrer, além disso, sabíamos que cedo ou tarde ia acontecer.
Chuck depois disso fica quieto, com a cabeça para baixo.
Rudy: Vamos...
Depois todos continuam a escalar a montanha. 2 horas, depois, Rudy fala, fazendo os outros pararem:
Rudy: Ah é, tinha me esquecido.
Alvin: O quê?
Rudy: Eu me machuquei bastante quando fui atacado pelo Ceratossauro, não só sangrei como fiquei fraco, por isso estou subindo lentamente, mas indo direto ao ponto, esqueci de me curar, pode atrair preadores.
Stacy: Mas estamos numa montanha, não iriam nos pegar.
Rudy: Mas a gente não irá ficar aqui para sempre, uma hora teremos que descer, e até lá terá predadores nos esperando ou talvez chegando, mas só desceremos após pedir ajuda. Muitos predadores tem olfatos muito desenvolvidos, e mais, pode a ver Pterossauros por perto.
Stacy: Entendi...
Alvin: Mas não precisava avisar, você tem medicamentos aí, não tem?
Rudy: Bom, acho que tenho, vou verificar...
Alvin: Ok...
Rudy verifica e acha.
Rudy: Achei.
Rudy usa os medicamentos tratando de seus ferimentos.
Rudy: Pronto, vamos continuar.
Chuck: Já que paramos, não é melhor aproveitar e descansar? E outra, já estamos chegando no nosso limite, não agüentamos mais.
Rudy: Boa idéia.
Depois todos sobem mais um pouquinho para poder se sentar em uma rocha, e depois começam a descansar.
------- Fim do episódio 3 -------







(Criado e escrito por Gustavo Diniz Caetano)